10 dicas de como se Comportar em um restaurante Japonês 2/2:

15 abr 11 10 dicas de como se Comportar em um restaurante Japonês 2/2:

Se você é um daqueles que possui um profundo desejo de frequentar um restaurante japonês mas não sabe nem por onde começar, aqui a segunda parte das 10 dicas para se sair bem! Logo que você chegar a porta será recepcionado com um cumprimento em japonês “irashaimase” que significa “seja bem vido”. Não se preocupe em responder, apenas devolva o cumprimento com um aceno de cabeça.

10 dicas de como se comportar em um restaurante japones 2 2

6) Não use talheres
Nunca se deve usar talheres para cortar os alimentos. Eles já são feitos do tamanho ideal para se levar a boca. A comida japonesa também é aprecisada pelo seu visual.  Por isso sushiman trabalha na elaboração dos pratos como se fossem verdadeiras obras de arte. Mas se você não tem experiência no uso dos hashis é aconselhável pedir aquele hashi que é preso pelas pontas superiores, se assemelhando a uma pinça. A maioria dos restaurantes japoneses tem esses hashis.

7) Usar hashi de espeto
Não se deve espetar o hashi (palitinhos) na comida, principalmente no arroz. Além de ser visualmente feio, esse ato tem um sentido especial para os nipônicos. Espetar o hashi na vertical só é utilizado nas missas religiosas, quando os japoneses oram e acendem incensos no butsudan (oratório).

8) Fim da refeição
Se já está satisfeito e deseja finalizar a refeição, o correto é  descansar os hashis paralelos à borda da mesa (ao contrário do que é feito com os talheres ocidentais, que ficam no sentido vertical). Quanto mais discreto, melhor. O ideal é mantê-los no apoiador próprio e não em cima das tigelas. Caso o restaurante não ofereça o apoiador, o cliente pode improvisar um dobrando a própria embalagem do hashi em formato de nó.  Evite deixá-los jogados sobre a mesa ou apontando para a mesa do vizinho.

9) Manias com hashi
Evite passar a comida de um hashi para outro, chupar a ponta, gesticular com ele na mão ou mesmo apontar para as pessoas e para os alimentos.

10) Porções individuais
Os recipientes onde são colocados o shoyu, o wasabi e outros temperos são individuais, não deve ser compartilhado. O ideal é colocar somente um pouco do molho para evitar que ele transborde na hora de temperar o sashimi ou o sushi. Deixar o recipiente com grãos de arroz é considerado uma gafe, já que é o peixe do sushi (e não o arroz) que deve ser passado no shoyu.

Fonte: Brasil e Japão

Comentários

Deixe um comentário

fa
Warning: file_get_contents(http://www.jbnonline.com.br/blog/wp-rss2.php) [function.file-get-contents]: failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 404 Not Found in /home/jbnonline/www/blog/wp-content/plugins/broken-rss-feed-fixer/broken_rss_feed_fixer.php on line 144
Get Adobe Flash player